Select Menu



por Alessandro Trovato

Programação do canal

Programação do canal

Pare de errar quando utilizar o Excel!


É muito comum receber pedidos de pessoas que solicitam auxílio em suas planilhas. Esses pedidos podem ser desde uma dúvida sobre como utilizar uma função do Excel para um determinado problema ou até solicitação de como criar um sistema completo usando o aplicativo. Você com certeza já passou ou passará por isso!

Normalmente somos procurados para responder perguntas do tipo:
1) Minha planilha estava funcionando perfeitamente, mas depois que copiei as fórmulas ela parou de funcionar.
2) Minha fórmula está estranha. Ela não está calculando direito. O resultado está menor/maior do que eu esperava.
3) O resultado das minhas funções está errado. Será que é o Excel que está com problemas?
...e por ai vai.

Adotei há algum tempo uma solução muito prática para não errar e que se aplica à essas situações comuns de dúvidas. Muitas vezes as dúvidas são originadas por erros simples que poderiam ser evitados.
Para evitá-los, simplesmente revejo a criação da fórmula no momento de sua primeira execução. Essa pré-analise auxilia (e muito) na identificação de problemas.

O próprio Excel tem ferramentas e meios que auxiliam nesse processo. Vamos a eles:

1. Avaliar Fórmula: Ao executar passo a passo suas funções é possível acompanhar a ordem de execução lógica de resolução da fórmula / função. Ideal para funções complexas ou até mesmo indicado para você que está começando a trabalhar com o Excel. É um excelente recurso para auxiliar em seu aprendizado. Já gravei um vídeo para meu canal no Youtube com esse recurso. Se você ainda não viu, clique aqui para ter acesso a ele.



2. Rever a fórmula / função: É muito comum criarmos planilhas em curtos períodos de tempo por causa da pressa ou necessidade de uma solução. Acabamos salvando e encaminhando a planilha para outras pessoas sem os devidos testes e o erro é detectado. Não por você, mas pelo seu cliente ou usuário! Essa é uma situação bem incômoda. Para evitar isso tenho uma técnica simples que é revisar se a fórmula foi bem construída. Se for uma fórmula que necessita de uma matriz de valores, verifico se esse intervalo está protegido ($). Se é uma fórmula que copiei para linhas inferiores verifico se havia protegido a referência antes da cópia. Edito a fórmula pressionando F2 para que as células que tenha utilizando em sua construção sejam marcadas na tela em cores, para facilitar a identificação da origem. Com relação a este quesito é muito simples encontrar a falha quando o usuário simplesmente muda a linha da célula, na hora de seleção. Isso é fácil de identificar na imagem abaixo.

3. Rastrear Dependentes / Precedentes: Antes de mover ou apagar dados de sua planilha verifique se há fórmulas dependentes ou precedentes da célula que irá apagar /mover. Muitas vezes utilizamos células em Faixas Nomeadas, em matrizes, gráficos ou tabelas dinâmicas. Referenciamos também a célula em outras fórmulas e, com essa checagem, você poupará muito retrabalho. Já gravei uma aula sobre o tema também. Clique aqui e tenha acesso.



4. Verificar os tipos de dados importados pelo Power Query. Quando importamos dados para o Power Query, o mecanismo de importação faz uma verificação e marca cada uma das colunas com o tipo de dados. Pode acontecer que os tipos sejam identificados incorretamente ou que sejam marcados com o tipo “qualquer”. Nessa situação, assim que fizer a importação repasse se as colunas foram corretamente identificadas. Isso vai te poupar muito trabalho quando o processo de ETL estiver em sua fase de conclusão.
  
5. Limpar e organizar textos: Antes de fazer análise por agrupamento com Tabela Dinâmica ou Power Query verifique as colunas onde há textos. Verifique se eles estão coerentes e sem inconsistências. Considero como inconsistência espaços antes e depois do texto, espaçamentos extras entre as palavras, caracteres não imprimíveis que foram trazidos com o processo de importação de textos, etc. Se você não vai fazer o ETL com o Power Query então recomendo que verifique e faça as correções necessárias com o uso de funções diretamente na planilha. Essas funções podem ser arrumar, direita, esquerda, ext.texto, entre outras. Tenho aulas que demonstram o uso desses recursos. Clique aqui para acessar a playlist de funções completa.

Seguindo essas pequenas dicas tenho certeza que você conseguirá ser mais produtivo e terá muito menos retrabalho com suas planilhas.
E você? Quais dessas dicas você já faz uso? Quais você não utilizava?

Até o próximo artigo!

Alessandro Trovato
- - -
Excel 2016 Online - Nível Básico
Curso completo - gravado com o amigo Luis Gustavo

Em fevereiro de 2018 eu, Alessandro Trovato e o amigo Luis Gustavo, do canal Mais Que Planilhas iniciamos um curso online e completo, do nível básico do Excel Online. 

Essa versão do aplicativo roda totalmente no navegador WEB de sua preferência e possui os principais recursos da versão WEB. A principal diferença é que a versão online não dá suporte para Macros escritas em VBA mas sim para macros escritas em TypeScript. 

Clique na imagem abaixo ou clique aqui para ter acesso ao nosso curso e aprender mais esse recurso sobre esse incrível aplicativo que é o Excel.





Bons estudos!

Alessandro Trovato

- -
Curso de Excel Online - Office 365
Tenha acesso ao Excel onde você estiver!


Instrutores:
   Alessandro Trovato (eu mesmo!)
   Luis Gustavo (Canal Mais que Planilhas)

Publicação: 
   Terças-feiras às 20h30


Bom dia amigos do Blog! 

    Escrevo esse email para comunicar a você que no dia 20/02/2018 eu e o Luis Gustavo do canal do Youtube Mais que Planilhas resolvemos gravar um curso de Excel do Office 365.
    Um curso que será ministrado em conjunto sobre os recursos do Excel Online.
    Você sabia que a Microsoft já disponibiliza o Excel de graça na internet para uso nos navegadores web?
    Para ter acesso a ele basta você se logar no site o Office 365 ou no OneDrive (serviço de armazenamento em nuvem da Microsoft) para que você tenha acesso ao aplicativo Excel.
    E o que é melhor! Não só a ele mas também outros aplicativos. 
Se você nunca teve a curiosidade de conhecer a versão Online, esse nosso curso será um ótimo ponto de partida. Veja que muito dos recursos que você utiliza no dia a dia do Excel estará acessíveis em qualquer computador e em qualquer lugar que você esteja. 

    Abaixo coloco o link para a Playlist do meu Canal de vídeos onde você terá acesso a todas as aulas. 

Clique aqui para ter acesso a playlist

Bons estudos!



- - -
Essa é uma questão bem complicada e controversa. Geralmente não conseguimos cobrar por um trabalho, o que ele realmente vale. Seu cliente está disposto a pagar e valorizar seu produto a ponto de você colocar muito esforço nele?
Se você é um desenvolvedor autônomo de planilhas começo perguntando: Quanto vale o tempo que você vai investir para criar uma solução em planilha? Quando digo tempo inclua na lista: o tempo que sacrificará de horário de descanso, o tempo que deixará a família para criar a solução, a quantidade de finais de semana que serão utilizados para desenvolver e aprimorar o trabalho e por fim quanto tempo de testes você fará no produto antes de entregá-lo.
Vender por vender não é a pior parte da tarefa. Se você tiver uma boa ideia para planilha basta desenvolve-la, oferecê-la aos interessados e concluir a transação com a formalização da venda (envolvendo, é claro, uma negociação, investimento em marketing, preparação de campanha de lançamento, divulgação em redes sociais, criação de meios de aquisição como um webcommerce, etc).
Se você foi procurado para desenvolver uma solução em planilha isso é mais fácil pois a venda está praticamente consolidada.
Agora vem a parte chata: já parou para pensar no suporte técnico que será feito posteriormente na planilha? Você considerou a possibilidade de que todos que adquirirem podem te pedir alterações? Já comece mensurando quanto tempo você vai ter de trabalho/retrabalho ao entregar seu produto. Um contrato de compra e venda que trate desse quesito é essencial para se prevenir que você não vá trabalhar centenas de horas a mais do que as previstas.
Você está tem uma infraestrutura mínima para receber ligações, responder a e-mails e pedidos de alteração de forma profissional? Tem registro da solicitação, data que foi feita, quem fez a solicitação e fez uma previsão de fornecimento da nova versão? Devemos não somente parecer profissionais. Devemos ser profissionais quando está envolvido uma transação comercial, afinal, você não quer se apresentar no mercado como um "picareta" ou "desorganizado", quer? Ou pior! Toda transação comercial está protegida pelo código de defesa do consumidor. Se ele se sentir prejudicado, você deve estar preparado para ressarcir o valor investido pelo cliente ou até mesmo enfrentar um processo judicial (em situações extremas é claro!).
Se você e um empresário da área, tem funcionários e uma sala comercial ainda precisará pensar no salário, impostos e custos de manutenção do espaço!
Para o desenvolvimento em si você deve considerar ainda quantas horas foram dispendidas no processo. E não é só! Pense também em quantas horas você levou para testar e no investimento que você fez em cursos, certificações para chegar no seu nível de conhecimento!.
Ainda falando do projeto, ele sofrerá alterações? Se sofrer, você oferecerá gratuitamente para quem comprou a versão 1 ou pretende cobrar pela atualização. Não esqueça de colocar isso no contrato também. 
Se você cobrar seu trabalho muito barato estará prejudicando o mercado em geral e poderá fazer que seus trabalhos futuros não sejam mais valorizados (financeiramente, é claro!) pois o cliente sempre vai fazer a comparação "de que o anterior foi mais em conta", "o anterior apresentava mais recursos", "você deu suporte e fez alterações sem cobrar isso a mais", etc. Essa política do barato é melhor só funciona quando você pensar em fazer vendas em larga escala. Pense nisso!
Se você cobrar muito caro venderá poucas cópias da planilha. Achar um ponto de equilíbrio é essencial para que você possa ter lucro na operação, o produto seja aceitável no mercado e que ele te gere uma renda constante (pois você pode vender o produto a longo prazo). Criar um versionamento do projeto, lançando novidades periodicamente ou fornecer aos seus clientes essas atualizações podem facilitar o aceite do seu produto no mercado. Essa política de preço mais alto vai funcionar se realmente você tiver um produto único e diferenciado no mercado.
Não esqueça de proteger seu produto com senha e mecanismos que impeçam que pessoas o alterem e ponham no mercado para a venda. Infelizmente estamos em um país onde a propriedade intelectual não é levada em conta e a pirataria pode ser um problema. 
Enfim, definir um preço a um trabalho é um trabalho árduo e o desenvolvedor (você!) deve pensar nele com muita calma e atenção. Não saia oferecendo preços e orçamentos logo na primeira visita. Peça um tempo para enviar a proposta. Muitas vezes não vemos todas as variáveis que afetam o projeto se não forcarmos nele!
E você? Quanto cobra pelo seu trabalho?
Abraços e até o próximo artigo.
Alessandro Trovato
-
Olá amigos do Blog!

Depois de um período afastado (devido a vários projetos sendo concluídos e outros sendo assumidos), tenho uma ótima novidade para essa comunidade fervorosa do Excel.


Eu e o amigo Derlidio Siqueira estamos estudando e produzindo conteúdos para a criação de add-ins (ou addins) do Excel!


Não há nenhum material em português sobre o assunto, com apenas uma exceção: Felipe Gualberto (MVP Excel), que foi o primeiro a publicar um vídeo sobre a criação do add-in Fast Scenario (se você não viu, clique aqui e veja o vídeo). 


Para que você possa entrar nesse universo e produzir seus próprios add-ins convido você a assistir as 10 aulas iniciais da série "Orfãos do VBA"! 


Bons estudos!























Vídeo de apresentação do projeto




Vídeo do Felipe Gualberto

- - - - - - -
Bom dia amigos do Blog!

No dia 30/10/2017, liberei uma série de aulas para o lançamento do meu portal de cursos próprio e para a venda do meu curso de Excel Avançado.

Para fazer esse lançamento produzi uma série de três vídeos onde ensino técnicas e métodos de ensino para o uso do Excel e do VBA. 
Meu comprometimento com você era ensinar uma forma melhor de estudar e se tornar uma referência na ferramenta. 

Caso você não tenha assistido as aulas, liberarei o acesso através do Youtube com os links abaixo. 

Espero que goste dos vídeos e das técnicas que vou te mostrar. São quase três horas de treinamento e te levará para uma imersão nas técnicas de aprendizagem do Excel!

Se tiver interesse no curso de Excel Avançado, em alguns meses ele voltará ao mercado com mais algumas aulas novas e conteúdo atualizado!

Boas aulas!

Aula 1: Explicação tradicional x Método Trovato
Aula 2: O uso da Tabela Dinâmica na análise de problemas 
Aula 3: Aprendendo VBA por si mesmo





- -
#130 - Excel VBA - Inserir dados do ACCESS na planilha - Método 2 - com VBA - Parte A

Nessa aula vou explicar como importar os dados do ACCESS para o Excel utilizando o VBA e percorrendo cada um dos registros do Recorset aberto no banco de dados do ACCESS. 

Esta aula originou-se de uma entrevista que fiz para o canal da Karen Abecia (Eu Juro, Funciona!) onde demonstrei quatro formas diferentes de conectar a um banco de dados do ACCESS.

Conteúdo da aula

 - Criar conexão com o banco de dados do ACCESS
 - Conceitos de acesso a dados (conexão e recordset)
 - Manipulando registros (Fields) da tabela
 - Fazer select no VBA
 - Dicas de manipulação dos dados
 - Cuidados com a manipulação dos dados, conexões e recordset.




Espero que goste do conteúdo.
Bons estudos!

Se gostou compartilhe com seus colegas de trabalho e amigos!

Acesso as planilhas: 
www.sigaonerd.com

Facebook / Twitter

Inscreva-se em meu canal de vídeos no Youtube clicando aqui 

Microsoft Excel é um produto do pacote Microsoft Office -------------------------------------------------------
1)  Tenha acesso a mais de 500 vídeos tutoriais em meu canal de vídeos no Youtube. Clique aqui e conheça o site que criei com o catálogo das aulas dos cursos completos que gravei!

2) Clique aqui para ter acesso ao download de centenas de planilhas e apostilas que criei (tudo gratuito)

3) Clique aqui e obtenha uma apostila completa de Excel (com mais de 250 páginas de conteúdo, linkada com os vídeos no Youtube)


Bons estudos!
- - -
#130 - Excel VBA - Inserir dados do ACCESS na planilha - Método 2 - com VBA - Parte A

Nessa aula vou explicar como importar os dados do ACCESS para o Excel utilizando o VBA e percorrendo cada um dos registros do Recorset aberto no banco de dados do ACCESS. 

Esta aula originou-se de uma entrevista que fiz para o canal da Karen Abecia (Eu Juro, Funciona!) onde demonstrei quatro formas diferentes de conectar a um banco de dados do ACCESS.

Conteúdo da aula

 - Criar conexão com o banco de dados do ACCESS
 - Conceitos de acesso a dados (conexão e recordset)
 - Manipulando registros (Fields) da tabela
 - Fazer select no VBA
 - Dicas de manipulação dos dados
 - Cuidados com a manipulação dos dados, conexões e recordset.




Espero que goste do conteúdo.
Bons estudos!

Se gostou compartilhe com seus colegas de trabalho e amigos!

Acesso as planilhas: 
www.sigaonerd.com

Facebook / Twitter

Inscreva-se em meu canal de vídeos no Youtube clicando aqui 

Microsoft Excel é um produto do pacote Microsoft Office -------------------------------------------------------
1)  Tenha acesso a mais de 500 vídeos tutoriais em meu canal de vídeos no Youtube. Clique aqui e conheça o site que criei com o catálogo das aulas dos cursos completos que gravei!

2) Clique aqui para ter acesso ao download de centenas de planilhas e apostilas que criei (tudo gratuito)

3) Clique aqui e obtenha uma apostila completa de Excel (com mais de 250 páginas de conteúdo, linkada com os vídeos no Youtube)


Bons estudos!
- - -